Pular para o conteúdo

Combustível adulterado: 6 testes que você pode fazer ao abastecer no posto

janeiro 23, 2021

Está na lei. O consumidor tem o direito de solicitar testes de qualidade sempre que duvidar da procedência do combustível na hora de abastecer em um posto. Os testes são feitos gratuitamente e são rápidos, no entanto menos de 5% dos consumidores tomam esta iniciativa de acordo com o Instituto Combustível Legal (ICL) – associação que atua no combate ao comércio irregular e fraudes do setor de combustíveis no Brasil.

De acordo com o diretor do instituto, Carlo Faccio, é necessário que as pessoas saibam cada vez mais que possuem o direito de testar. “Mesmo que de início os funcionários do posto não pareçam dispostos a colaborar, se houver recusa você pode fazer uma denúncia à Agência Nacional de Petróleo. Solicitar o teste também é uma forma de fiscalizar e coibir ação de cartéis e garantir a livre concorrência no setor”.

RELACIONADAS

VW que alemães nunca tiveram: brasileiro SP2 vira febre e preços disparamQuer receber notícias sobre os carros do futuro? Inscreva-se na newsletterTabela Fipe: Veja valores para negociar carros, motos e caminhões

Assim, o ICL listou seis testes diferentes que o cliente pode exigir na hora de abastecer. Confira:

1. Teste de aspecto e cor do combustível

– O que é: permite que o consumidor avalie uma amostra de gasolina, óleo diesel ou álcool etílico despejado em uma proveta.

– Como funciona: é importante para checar se o combustível está turvo ou se tem impurezas.

2. Teste de volume ou de vazão

– O que é: este teste permite verificar se o que está mostrando na bomba corresponde à quantidade de combustível que foi para seu veículo.

– Como funciona: em um aferidor, são colocados 20 litros do combustível direto da bomba. A diferença máxima aceitável do valor registrado na bomba para o valor medido pelo balde é de 100ml para mais ou 60 ml para menos. Acima dessa margem, a combustível ou o bico podem estar adulterados.

3. Teste da proveta

– O que é: indica se a quantidade de etanol anidro na gasolina comum está de acordo com a legislação. A gasolina comum deve ter 27% de álcool e a premium 25%, podendo variar até 1% para mais ou para menos.

– Como funciona: o funcionário do posto deve misturar dentro de uma proveta 50 ml da gasolina e 50 ml de uma solução de água com sal. A mistura fica em repouso por quinze minutos e, em seguida, é feita a leitura do recipiente, por meio da fórmula V = (A x 2) + 1, que verifica se o teor de álcool está dentro do padrão.

4. Teste do termodensímetro

– O que é: o termodensímetro é um equipamento que deve estar obrigatoriamente afixado às bombas de etanol.

– Como funciona: o combustível adequado para motores tem que possuir teor alcoólico entre 92,5% e 95,4%. No caso do etanol premium, essa taxa deve estar entre 95,5% e 97,7%. Para saber se está comprando produto de qualidade, observe o nível indicado pela linha vermelha. Ela precisa estar no centro do densímetro, não pode ficar acima da linha do etanol. E repare se o combustível está límpido: ele não pode ter impurezas, coloração laranja, nem azul.

5. Teste do densímetro para gasolina e diesel

– O que é: o densímetro é um aparelho de vidro e calibrado. Além dele, também serão usados: proveta de um litro, termômetro de imersão total e uma tabela de conversão das densidades.

– Como funciona: o teste deve mostrar o valor correto para a massa do combustível a 20ºC. Ao mergulhar o densímetro no líquido, ele afunda até deslocar um volume de fluido cujo peso se iguale ao dele. A superfície do líquido indica determinado ponto na escala, isto é, sua densidade é compatível com a do combustível mencionado na bomba.

6. Teste do densímetro para massa e teor alcoólico do álcool etílico

– O que é: é parecido com o teste feito para a gasolina e o diesel, mencionado anteriormente.

– Como funciona: o resultado deve mostrar o combustível dentro dos padrões determinados pela tabela de conversão para massa específica a 20°C e teor alcoólico em °INPM (grau INPM, aferido pelo Instituto Nacional de Pesos e Medidas).

From → Uncategorized

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: