Pular para o conteúdo

KF NICHOLSON / A CADA 360 PRODUTOS DESTA PUBLICAÇAO COMPRADOS CONOSCO EM ATÉ 01 ANO, GANHE voucher conosco de 12 salários mínimos, consulte condições

fevereiro 28, 2021

Limas………………………………………………….. 161 Limas para Afiação …………………………… 167 Limas Mecânicas……………………………… 168 Grosas…………………………………………………. 170 Lâminas de Serra Manual……………………….. 172 Voltada para o mercado brasileiro, a marca K&F é símbolo de tradição e qualidade, oferecendo as melhores opções de limas para os diversos setores. Já a Crescent Nicholson, com mais 150 anos de história, é reconhecida por sua qualidade , foi a pioneira na produção em grande escala de limas e agora unida a força Global da marca Crescent, que há um século é sinônimo de performance, qualidade e inovação. Juntas, a K&F e a Crescent Nicholson oferecem um portfolio completo de limas para o mercado e as melhores soluções para afiação e desbaste. É a tradição de qualidade passada de geração para geração. Índice 160 Os produtos Apex passam por constantes modernizações, portanto, as fotos são meramente ilustrativas e podem diferir do produto comercializado. 161 Limas O primeiro registro que se tem da utilização de limas pelo homem está na Bíblia e remonta ao ano 1090 a.C.. Elas teriam sido utilizadas para a afiação de variadas ferramentas primitivas. Os modelos atuais evoluíram de simples pedras para desbaste, que, por meio de máquinas de picar bem rudimentares, eram transformadas em limas com dentes de ângulo reto. Essas primeiras máquinas surgiram a partir de uma invenção de Leonardo Da Vinci, por volta do ano 1490. Quase 300 anos mais tarde, em 1750, foi construída por Chopitel a primeira estrutura eficiente para picar limas, que utilizava aço doce na produção, dispensando o recozimento. Para produzir superfícies duras, os dentes da ferramenta tinham de passar por vários métodos de cementação, envolvendo muitos processos manuais, administrados por mestres artesãos com suas técnicas secretas. Hoje, há vários tipos de materiais, produtos, acabamentos e condições de trabalho que tornam a produção e o desenvolvimento de limas uma ciência industrial. Esse processo envolve o estudo da composição dos tipos de aço, temperabilidade e resistência, bem como exige profundas análises para a determinação de tipos e formatos necessários para se adequar as limas às diferentes aplicações. Aço para limas: Aço especial de alto carbono, em bobinas ou barras de diferentes dimensões e perfis (retangulares, quadradas, triangulares, redondas e meias-canas), cortadas nos comprimentos apropriados. Forma bruta: O “blank” (pré-forma da lima) é aquecido e forjado em martelos para formar a espiga e a ponta. Recozimento: O “blank” forjado é aquecido e resfriado lentamente sob condições controladas de temperatura para uniformizar sua estrutura interna e diminuir a dureza do aço, permitindo a picagem dos dentes. Formato final: Os “blanks” recozidos são retificados para eliminar possível descarbonetação e produzir a superfície necessária à formação uniforme dos dentes. Formação dos dentes: Uma picadora que movimenta rápida e alternadamente um chisel de grande dureza, que penetra no “blank” amolecido, formando os dentes da lima por deformação. Têmpera: A lima é endurecida pelo aquecimento em fornos especiais, seguido de resfriamento muito rápido. Com isso, se obtém máxima dureza nos dentes. Acabamento: A lima é limpa e afiada por meio de um jato de areia. A espiga é temperada no óleo, proporcionando resistência sem fragilidade. A partir de então a Crescent Nicholson® passou a ser sinônimo de limas, com reconhecimento mundial. Com o tempo, a linha de produtos da marca foi ampliada e agora inclui grosas, serras e serrotes, todos fabricados com alta tecnologia. No Brasil, a Crescent Nicholson® chegou por volta dos anos 70, quando adquiriu também a companhia Kearney & Foot, que deu origem à marca K&F®. A partir desse período as limas passaram a ser fabricadas em solo brasileiro e hoje, mais de 150 anos depois da invenção de William T. Nicholson, somos a fabricante de limas mais reconhecida do mundo. Mas em 1864, William T. Nicholson mudou a história: Ele projetou e patenteou um equipamento que possibilitava a fabricação em grande escala de limas, com qualidade superior. A história das limas Como é feita uma lima 162 Os produtos Apex passam por constantes modernizações, portanto, as fotos são meramente ilustrativas e podem diferir do produto comercializado. O comprimento é medido do ombro da lima até a ponta. O tipo de material e o tamanho da área a ser trabalhada determinarão o comprimento desejado. A área a ser limada determinará o perfil da lima a ser usado. O trabalho a ser executado, de desbaste ou acabamento, determinará o tipo de dente e de corte para cada aplicação. As limas tipo bastarda são ideais para remoção mais agressiva de material e as limas tipo murça são utilizadas para acabamento final. Classifica-se o picado das limas, com referência às características dos dentes em: simples, duplo e grosa. REDONDO para ajustar formas redondas ou côncavas. QUADRADO para ajustar furos retangulares ou cantos. BASTARDA MURÇA TRIANGULAR para ângulos internos agudos, como por exemplo, para afiação de serras, serrotes etc. CHATO uso geral para superfícies planas ou convexas. MEIA-CANA dupla finalidade, lado chato para superfícies planas ou convexas e lado curvo para superfícies redondas ou côncavas. CORTE SIMPLES: Os dentes são diagonais paralelos. As limas de corte simples são usadas para afiar facas, tesouras, serras, enxadas, facões, entre outros materiais. GROSA: A grosa apresenta uma série de dentes individuais que formam um corte agressivo, usado principalmente em madeiras, cascos de animais, alumínio e chumbo. CORTE DUPLO: Dois grupos de dentes diagonais. O segundo grupo de dentes é picado na direção diagonal oposta e sobre o primeiro grupo de dentes. As limas de corte duplo são usadas com pressão maior do que as de corte simples com a finalidade de desbastar o material. FACA Para superfícies planas, convexas ou para ângulos agudos. Como escolher a lima certa para sua necessidade COMPRIMENTO: PERFIL: TIPOS DE CORTE: TIPOS DE DENTES: Ombro Espiga Comprimento do Corpo Ponta 163 Como utilizar corretamente uma lima Basicamente, há três formas de trabalhar com a lima: Para uma limagem plana, os movimentos devem ser para frente, numa linha praticamente reta. O curso deve ser modificado apenas o suficiente para evitar sulcos na peça. Deve-se evitar o movimento de vaivém, pois este produzirá superfícies arredondadas. O movimento para trás deve ser leve, para não prejudicar a estrutura dos dentes. A aplicação excessiva ou insuficiente de pressão na lima durante o trabalho reduz rapidamente sua vida útil. Cada material necessita de uma pressão diferente. E isso se obtém com a utilização da lima correta. É inútil e contraproducente tentar alcançar um desbaste maior com excesso de pressão, por exemplo. Para isso, deve-se utilizar uma lima mais resistente. LIMAGEM RETA: movimento de vaivém longitudinal. A lima é empurrada sobre a peça diretamente para frente ou ligeiramente na diagonal. TRANSLIMAGEM: com as mãos segurando as extremidades, a lima é empurrada e puxada sobre a peça. LIMAGEM EM TORNO: a lima é movimentada contra a peça, que gira num torno. Para peças que podem ser danificadas devido à pressão no torno, devem ser colocados protetores de zinco, cobre ou alumínio entre elas e as garras do maquinário. QUANDO A LIMA FOR UTILIZADA COM AS DUAS MÃOS: O cabo deve ficar acomodado na palma da mão, mais próximo da base do dedo mínimo. O polegar deve segurar o cabo em posição paralela ao comprimento deste. Na outra mão, a ponta da lima deve ficar presa entre o polegar e os dedos indicador e médio. Se o movimento não exigir muita pressão, o polegar da mão que segura a ponta pode ficar num ângulo reto em relação ao comprimento da lima. O posicionamento da mão depende da pressão necessária para cada trabalho. Quando apenas uma das mãos segurar a lima: Para limar peças que não estão presas a um torno ou a uma morsa, geralmente o dedo indicador é colocado sobre o cabo, em linha com a lima. Para atingir o resultado desejado no trabalho, a lima deve ser utilizada corretamente. Para cada tipo de serviço existe um modelo ideal, assim como uma forma de manejá-la. A AÇÃO DE LIMAR: O MODO DE SEGURAR: A MOVIMENTAÇÃO DA LIMA: COMO MANTER A LIMA CORTANDO: 164 Os produtos Apex passam por constantes modernizações, portanto, as fotos são meramente ilustrativas e podem diferir do produto comercializado. Aplicações Especiais A translimagem consiste em segurar a lima em ambas as extremidades e alternadamente empurrá-la e puxá-la transversalmente pela peça de trabalho. Sendo as limas feitas para cortar em movimentos longitudinais para a frente, uma lima de ângulo de corte agudo (< 45°) nunca deverá ser usada, pois marcará e riscará em vez de raspar e cortar. Quando bem feita, a translimagem produz um acabamento melhor do que a limagem normal. Ao limar peças em rotação num torno, a lima não deve ser mantida rigidamente ou permanecer estacionária, mas ser movimentada constantemente. Um rápido movimento de deslizamento ou em sentido lateral ajuda a lima a livrar-se das limalhas e evita a formação de saliências e sulcos. Embora seja possível usar uma lima de serra de engenho para trabalhos de limagem em torno, existe uma lima chata especial para torno, com dentes picados em ângulo maior. As bordas lisas dessa lima protegem as partes do trabalho que não devem ser limadas e as peças que o prendem. A limagem em torno é geralmente usada para ajuste de eixos. Para o desbaste é indicado o uso de limas chatas de torno de 12”/305 mm ou 14”/355 mm. limas chatas murças. Limas de serra de engenho também são usadas na limagem em torno para melhor acabamento da superfície. Usando-se a lima chata para torno, deve-se tomar cuidado nas extremidades dos eixos, pois esse modelo de corte rápido poderá desbastar o material em excesso. Outro cuidado que deve ser tomado é o de não passar a mão sobre a peça trabalhada no torno, pois gordura e umidade podem cobrir a superfície, dificultando o trabalho da lima. Para trabalhos em torno, com formas ovais, elípticas ou arredondadas irregulares, limas especiais de corte mais fino são recomendadas. Esta aplicação exige limas redondas, especificamente projetadas para a afiação de motosserras. Estas limas são dimensionadas com diâmetro exato para perfeita ajustagem aos dentes das motosserras. A lima é colocada contra a superfície chanfrada de corte dos dentes que se estendem para ambos os lados e asseguram sua própria folga a um ângulo de 20° a 45° em relação à lâmina da serra, dependendo das especificações do fabricante. A direção do movimento de limagem é para fora da borda de corte. É essencial que a lima seja mantida em nível, devendo ser pressionada na parte posterior e ligeiramente para cima durante o movimento de limar. Cada segundo dente é limado e em seguida a posição da motosserra é invertida. Os calibres de profundidade para este tipo de serra controlam a profundidade do corte que a lâmina comporta. Na medida em que são afiados, os dentes de corte tornam-se mais baixos e é necessário abaixar os calibres de profundidade por uma distância igual. A diferença na altura entre os dentes cortadores e o calibre de profundidade deve ser entre 0.020” (0,5 mm) e 0.030” (0,75 mm). Para um trabalho eficiente e produtivo é necessário utilizar a lima exata para cada aplicação. A seguir você encontrará informações essenciais para as principais aplicações de limas: TRANSLIMAGEM: LIMAGEM EM TORNO: AFIAÇÃO DE DENTES DE MOTOSSERRAS: 165 AFIAÇÃO DE SERRAS E SERROTES: AFIAÇÃO DE FERRAMENTAS E IMPLEMENTOS: MANUSEIO: LIMPEZA: A lima deve ter desenho, corte e tamanho corretos para o tipo de serra/serrote e dentes a serem afiados. O movimento da lima precisa ser absolutamente em nível, pois a menor variação afetará a borda de corte do dente da serra/serrote. Para afiar os dentes de uma serra ou serrote é necessário que a peça esteja presa em uma morsa para evitar vibrações e trepidações, pois isto pode encurtar a vida útil da lima. É preciso verificar se os dentes têm a mesma altura. Isto é feito passando-se a lima longitudinalmente, com leve pressão, ao longo das pontas dos dentes. Alguns talvez estejam achatados, outros quase não são tocados. Os dentes achatados exigirão mais limagem para deixá-los no formato certo. Os dentes dos serrotes cortam por meio de suas bordas e pontas. As bordas precisam estar chanfradas e afiadas. A operação de afiação deve ser iniciada na ponta do serrote seguindo em direção ao cabo. De acordo com o número de dentes por polegada (2,54 cm), as seguintes limas devem ser usadas: Existem muitas ferramentas e implementos na indústria, agricultura e jardinagem que exigem afiações regulares. Para gumes cortantes de aço bruto, como enxada, arados, machados etc., são utilizadas limas de enxada, bem como limas de serra de engenho ou triangulares regulares. Para bordas de corte mais duras, de aço carbono, como facas, cortadores em geral, tesouras etc., as limas chatas murças proporcionam corte firme e uniforme. Também para estas aplicações podem ser utilizadas as limas de serra de engenho. Em qualquer aplicação, porém, é necessário que se elimine a superfície vitrificada durante os primeiros movimentos de limagem, ou seja, aplicando mais pressão com movimentos lentos e deliberados. O operador deve segurar a lima sempre pelo cabo e, se necessário, também pela ponta. Deve ser evitado sempre o contato com a superfície picada. A gordura e a umidade das mãos podem prejudicar a área de corte, reduzindo a vida útil da lima. A limpeza da superfície picada é fundamental para a durabilidade e a eficiência da lima. Após cada dia de trabalho ou quando houver o empastamento dos dentes, devem ser utilizados os limpadores de lima. Para a limpeza geral, utiliza-se a Carda e para limas de picado mais fino, a Escova. DENTES/POLEGADAS DE SERRAS E SERROTES LIMA TRIANGULAR RECOMENDADA 6 8″ Delgada 7 6″ Delgada 8 6″ Delgada 9 5″ Delgada 10 4″ e 5″ Delgada 11 4″ Delgada 12 4″ Delgada 13,14 4″ Delgada 15, 16 4″ Extradelgada Manutenção e Cuidados Especiais 166 Os produtos Apex passam por constantes modernizações, portanto, as fotos são meramente ilustrativas e podem diferir do produto comercializado. CAIXA CARTUCHO: FLOWPACK: BLISTER: ARMAZENAGEM: O principal cuidado que se deve ter na armazenagem das limas é com sua área de corte. Uma vez que o picado se constitui de dentes agudos e afiados, que são fundamentais para a eficiência da ferramenta. Eles devem ser protegidos de quedas e choques, por isso, recomendase que as limas sejam armazenadas suspensas, com as áreas de corte livres no ar. A Apex Tool Group oferece as limas Crescent Nicholson e K&F em embalagens diferentes, para atender às diversas necessidades de nossos clientes. Embalagens Furo para gôndola. BC = Grosas com cabo. 167 LIMAS PARA AFIAÇÃO Limas para Enxada Limas para Motosserra Protetor para Lima Enxada e Chata para Facão Limas para Facão CARACTERÍSTICAS E DESTAQUES: CARACTERÍSTICAS E DESTAQUES: CARACTERÍSTICAS E DESTAQUES: CARACTERÍSTICAS E DESTAQUES: • Com corte simples nas faces e nas bordas. • Originalmente fabricada para afiação de enxadas, facões e diversas ferramentas agrícolas. Hoje é amplamente utilizada como lima de “uso geral”. • Especialmente desenhadas para afiação dos dentes da corrente de motosserras, estas limas têm uma construção de dentes especiais que proporciona acentuada ação cortante. • Usado para proteger a lima: enquanto um lado está em uso, o outro fica protegido pelo suporte. • Possui aba de proteção. • Possui sistema de regulagem retrátil no verso que permite usar a lima em partes. • Especialmente desenvolvida para afiação de facões utilizados no corte de cana de açúcar. • Possui corte simples nas faces e formato paralelo. • Disponível na versão para destros e na exclusiva versão para canhotos (ângulo do picado inverso ao da tradicional possibilitando uma confortável e eficiente afiação dos facões com a mão esquerda). PERFIL PERFIL PERFIL MEDIDAS: MEDIDAS: MEDIDAS: MEDIDAS: CÓDIGO PL500 12 0,123 EMBALAGEM CAIXA SIGLA CÓGIDO MEDIDA (pol/mm) HO 8990 8/200 300 0,077 HO *08990BC 8/200 12 0,095 HO 8992 8/200 300 0,077 HO *08992BC 8/200 12 0,095 EMBALAGEM FLOWPACK INDIVIDUAL – (*) BLISTER INDIVIDUAL SIGLA CÓGIDO MEDIDA (pol/mm) CS 02228B 8″X5/32″ 200X4,0mm 100 0,057 CS 02229B 8″X3/16″ 200X4,8mm 100 0,081 CS **01755BC3 8″X3/16″ 200X4,8mm 12 0,099 CS *01798N 8″X13/64″ 200X5,2mm 60 0,032 CS 02230B 8″X7/32″ 200X5,6mm 100 0,105 CS 01767B 8″X3/16″ 200X4,8mm 100 0,028 CS 01890B 8″X7/32″ 200X5,6mm 100 0,035 CS **1756BC3 8″X3/16″ 200X4,8mm 12 1,124 CS **1879BC3 8″X7/32″ 200X5,6mm 12 0,146 EMBALAGEM FLOWPACK COM 3 UNIDADES EM CAIXA CARTUCHO (*) CAIXA – (**) BLISTER COM 3 LIMAS E UM CABO. CÓDIGO MEDIDA (pol/mm) VERSÃO 08994D 8/200 120 0,081 DESTRO EMBALAGEM FLOWPACK INDIVIDUAL SAIBA MAIS SOBRE ESTE PRODUTO 168 Os produtos Apex passam por constantes modernizações, portanto, as fotos são meramente ilustrativas e podem diferir do produto comercializado. Limas para Serras de Tábua Limas Triangulares Delgadas Lima Triangular Extradelgada CARACTERÍSTICAS E DESTAQUES: CARACTERÍSTICAS E DESTAQUES: CARACTERÍSTICAS E DESTAQUES: • Usadas principalmente em serrarias para afiar serras de tábua e dentes de serras circulares. • Para perfeita adequação aos trabalhos, estas limas são fabricadas com um dos cantos arredondado, para respeitar o arredondamento do vão entre os dentes da serra. • Usadas para afiar todos os tipos de serrotes com dentes em ângulo de 60°. • Estas limas de corte simples possuem o picado das bordas dimensionado para afiar os vãos entre os dentes do serrote. • Usadas para afiar todos os tipos de serrotes com dentes em ângulo de 60°. • Estas limas de corte simples possuem o picado das bordas dimensionado para afiar os vãos entre os dentes do serrote. PERFIL PERFIL PERFIL MEDIDAS: MEDIDAS: MEDIDAS: SIGLA CÓDIGO MEDIDA (pol/mm) ST **14106BC 4/100 12 0,031 ST **14139BC 4.1/2/114 12 0,034 ST **14162BC 5/125 12 0,041 ST **14224BC 6/150 12 0,052 ST 14121BR 4/100 12 0,013 ST *14302KF 8/200 12 0,099 ST 14121BC 4/100 12 0,039 ST 14176BC 5/125 12 0,048 ST 14236BC 6/150 12 0,064 EMBALAGEM (*) CAIXA / FLOWPACK INDIVIDUAL (**) BLISTER INDIVIDUAL SIGLA CÓDIGO MEDIDA (pol/mm) BR 10703BC 8/200 12 0,102 BR 10724BC 9/225 12 0,110 BR 10745BC 10/250 12 0,174 BR 10704BC 8/200 12 0,128 BR 10746BC 10/250 12 0,208 EMBALAGEM (*) CAIXA FLOWPACK INDIVIDUAL (**) BLISTER INDIVIDUAL SIGLA CÓDIGO MEDIDA (pol/mm) XS 14560KF 4/100 12 0,009 EMBALAGEM CAIXA LIMAS MECÂNICAS Limas Chatas CARACTERÍSTICAS E DESTAQUES: • São utilizadas por profissionais e nas indústrias para trabalhos gerais em aço, ferro fundido, etc. • Bastante utilizadas em superfícies chatas e curvas. • Levemente afiladas na largura, têm corte duplo em ambas as faces e corte simples em ambas as bordas. • As limas chatas bastardas são utilizadas em mecânica e ferramentaria para desbaste ou remoção rápida de metais e as murças, para acabamento. PERFIL MEDIDAS: SIGLA CÓDIGO MEDIDA (pol/mm) TIPO FB *03367BC 4/100 12 0,038 BASTARDA FB *03467BC 6/150 12 0,071 BASTARDA FB *03566BC 8/200 12 0,130 BASTARDA FB *03665BC 10/250 12 0,260 BASTARDA FB 03764N 12/300 6 0,352 BASTARDA FB 03863N 14/350 6 0,545 BASTARDA FS *03434BC 4/100 12 0,038 MURÇA FS *03533BC 6/150 12 0,071 MURÇA FS *03632BC 8/200 12 0,130 MURÇA FS *03731BC 10/250 12 0,260 MURÇA FS *03830B 12/300 12 0,352 MURÇA FB 3481BC 6/150 12 0,080 BASTARDA FB 3580BC 8/200 12 0,140 BASTARDA FB 3679BC 10/250 12 0,256 BASTARDA FB 3778B 12/300 12 0,347 BASTARDA FS 3547BC 6/150 12 0,080 MURÇA FS 3646BC 8/200 12 0,138 MURÇA FB 3745BC 10/250 12 0,256 MURÇA FS 3844B 12/300 12 0,347 MURÇA EMBALAGEM CAIXA (*) BLISTER INDIVIDUAL BC = Grosas com cabo. 169 Limas Chata Magicut CARACTERÍSTICAS E DESTAQUES: • Picado especial e agressivo, indicado tanto para materiais maleáveis quanto para os mais resistentes • Evita empastamento de materiais maleáveis • Ganho de tempo na limagem • Retém menos cavacos PERFIL MEDIDAS: SIGLA CÓDIGO MEDIDA (pol/mm) FM 07895N 8/200 12 0,138 EMBALAGEM CAIXA – (*) LUVA Limas Meia-Cana PERFIL MEDIDAS: SIGLA CÓDIGO MEDIDA (pol/mm) TIPO HB *04695BC 4/100 12 0,044 BASTARDA HB *04795BC 6/150 12 0,079 BASTARDA HB *04896BC 8/200 12 0,168 BASTARDA HB *04995BC 10/250 12 0,257 BASTARDA HS *04762BC 4/100 12 0,044 MURÇA HS *04861BC 6/150 12 0,079 MURÇA HS *04960BC 8/200 12 0,168 MURÇA HS *05059BC 10/250 12 0,257 MURÇA HB 5106 12/300 6 0,416 BASTARDA HB 4809BC 6/150 12 0,086 BASTARDA HB 4908BC 8/200 12 0,180 BASTARDA HB 5007BC 10/250 12 0,312 BASTARDA HS 05173BR 12/300 12 0,416 MURÇA HS 4875BC 6/150 12 0,080 MURÇA HS 4974BC 8/200 12 0,160 MURÇA HS 5060BC 10/250 12 0,327 MURÇA EMBALAGEM CAIXA (*) BLISTER INDIVIDUAL CARACTERÍSTICAS E DESTAQUES: • Para utilização geral em superfícies convexas, côncavas, planas e para desbaste rápido de metais. • O perfil é arredondado de um lado e chato do outro, sendo afilada na largura e na espessura. • O corte da face (lado chato) é igual ao das limas chatas e paralelas. • O corte da costa (lado arredondado) é duplo nas limas meia-cana bastardas e simples nas limas meia-cana murças. Limas Quadradas CARACTERÍSTICAS E DESTAQUES: • As limas quadradas são utilizadas principalmente para limar rasgos de chaveta, ranhuras e superfícies em geral. • Em tamanhos maiores, podem ser utilizadas no lugar das limas chatas, por serem mais pesadas e terem quatro faces limadoras. • Levemente afiladas, possuem corte duplo. PERFIL MEDIDAS: SIGLA CÓDIGO MEDIDA (pol/mm) TIPO SB *12967BC 6/150 12 0,053 BASTARDA SB *13081BC 8/200 12 0,108 BASTARDA SB *13196BC 10/250 12 0,211 BASTARDA SS *13262BC 10/250 12 0,211 MURÇA SB 13095BC 8/200 12 0,116 BASTARDA SB 13210BC 10/250 12 0,206 BASTARDA EMBALAGEM CAIXA (*) BLISTER INDIVIDUAL Limas Redondas CARACTERÍSTICAS E DESTAQUES: • Têm o perfil circular, levemente afiladas. • São muito utilizadas para ajustar e aumentar aberturas circulares ou em desbaste de superfícies côncavas. • Têm corte simples. PERFIL MEDIDAS: SIGLA CÓDIGO MEDIDA (pol/mm) TIPO RB *11526BC 4/100 12 0,025 BASTARDA RB *11716BC 6/150 12 0,046 BASTARDA RB *11904BC 8/200 12 0,093 BASTARDA RB *12019BC 10/250 12 0,150 BASTARDA RB *12134B 12/300 12 0,312 BASTARDA RS *11781BC 6/150 12 0,046 MURÇA RS *11969BC 8/200 12 0,093 MURÇA RS *12084BC 10/250 12 0,150 MURÇA RB 11540BR 4/100 12 0,007 BASTARDA RB 11728BC 6/150 12 0,056 BASTARDA RB 11916BC 8/200 12 0,104 BASTARDA RB 12031BC 10/250 12 0,160 BASTARDA RB 12146B 12/300 12 0,260 BASTARDA RS 11795BC 6/150 12 0,056 MURÇA RS 11983BC 8/200 12 0,104 MURÇA RS 12093BC 10/250 12 0,160 MURÇA EMBALAGEM CAIXA (*) BLISTER INDIVIDUAL 170 Os produtos Apex passam por constantes modernizações, portanto, as fotos são meramente ilustrativas e podem diferir do produto comercializado. Limas Triangulares PERFIL MEDIDAS: SIGLA CÓDIGO MEDIDA (pol/mm) TIPO TB 15814BC 4/100 12 0,031 BASTARDA TB 16036BC 8/200 12 0,179 BASTARDA TS 15880BC 4/100 12 0,031 MURÇA TS 15991BC 6/150 12 0,099 MURÇA TB 16037BC 8/200 12 0,188 BASTARDA TS 15992BC 6/150 12 0,096 MURÇA EMBALAGEM BLISTER INDIVIDUAL CARACTERÍSTICAS E DESTAQUES: • Estas limas têm medidas e formatos idênticos aos das limas para serras, porém têm cantos vivos e corte duplo nas faces e corte simples nas bordas. • Usadas para afiação de ângulos agudos internos e para acabamento fino de ângulos retos. Limas Faca CARACTERÍSTICAS E DESTAQUES: • Têm o perfil de lâminas de faca e são usadas principalmente por fabricantes de ferramentas e matrizes em trabalhos que tenham ângulos agudos. • Possuem corte duplo nas faces e simples na borda menor. • Sua borda maior é lisa. PERFIL MEDIDAS: SIGLA CÓDIGO MEDIDA (pol/mm) TIPO KB 06804BC 6/150 12 0,068 BASTARDA KB 06898BC 8/200 12 0,165 BASTARDA KS 06867BC 6/150 12 0,068 MURÇA KS 06961BC 8/200 12 0,165 MURÇA EMBALAGEM BLISTER INDIVIDUAL Grosas Grosas para Casco de Cavalo CARACTERÍSTICAS E DESTAQUES: • Usadas para desbastar com facilidade cascos de animais e dar acabamento nos cravos rebitados. PERFIL MEDIDAS: SIGLA CÓDIGO MEDIDA (pol/mm) HR 17903B 14/350 6 0,734 EMBALAGEM EMBALAGEM VAREJO Grosas para Casco de Cavalo com Espiga CARACTERÍSTICAS E DESTAQUES: • Usadas para desbastar com facilidade cascos de animais e dar acabamento nos cravos rebitados. PERFIL MEDIDAS: SIGLA CÓDIGO MEDIDA (pol/mm) GCE 18156B 14/350 12 0,560 EMBALAGEM EMBALAGEM VAREJO Face Grosa: Ideal para desbaste Face Lima: Indicada para acabamento BC = Grosas com cabo. 171 Grosas Cabinet Regular CARACTERÍSTICAS E DESTAQUES: • Usadas principalmente por marceneiros e carpinteiros. • Têm um lado meia-cana e outro chato. • Corte simples especial (regular) nas bordas e nas faces. PERFIL MEDIDAS: SIGLA CÓDIGO MEDIDA (pol/mm) GR 17615BC 8/200 12 0,153 GR 17683BC 10/250 12 0,255 GR 17751B 12/300 12 0,423 GR 17616BC 8/200 12 0,166 GR 17684BC 10/250 12 0,300 GR 17752B 12/300 12 0,438 EMBALAGEM BLISTER 172 Os produtos Apex passam por constantes modernizações, portanto, as fotos são meramente ilustrativas e podem diferir do produto comercializado. Lâminas de Serra Manual As lâminas de serra manual K&F® e Crescent Nicholson® são ferramentas profissionais projetadas para atender às mais rigorosas aplicações de trabalho. Disponíveis nos modelos Rígida e Bimetal Extraflex, reúnem as melhores vantagens do mercado: design atraente, melhor custo-benefício e código de barras individual para facilitar a venda unitária. SELEÇÃO DO NÚMERO DE DENTES: RUPTURA DA LÂMINA: RUPTURA NO FURO DE FIXAÇÃO DA LÂMINA: DENTES QUEBRADOS: DESGASTE PREMATURO DOS DENTES: CORTE TORTO: Deve-se selecionar o número de dentes da serra de acordo com o tipo de material a ser trabalhado. A tabela a seguir é meramente orientativa Como escolher uma lâmina de serra Dicas para evitar problemas com a lâmina de serra DENTES POR POLEGADA APLICAÇÃO ESPESSURA DO MATERIAL (POL E mm) 18 Serviços gerais, aço-ferramenta, perfis de aço de parede grossa Ex.: perfis de aço I, L, U, aço estrutural leve, canos. Acima 1/4” (6 mm) 24 Chapas e perfis de aço de parede média, serviços gerais de ferramentaria Ex.: conduítes, cantoneiras, aços-ferramenta. 1/8” (3 mm) a 3/8” (9,5 mm) PROBLEMA SOLUÇÃO Lâmina solta Esticar mais a lâmina, ajustando pela porca borboleta Esforço excessivo Diminuir a pressão Lâmina nova usada em corte já iniciado Gire o material que está sendo cortado e inicie um novo corte Corte em posição difícil Use serra flexível Emperramento durante o corte Prenda o material firmemente. Em material mole, a lâmina pode prender por ter dentes muito pequenos Bater a lâmina contra o material Sempre evitar golpes durante o corte PROBLEMA SOLUÇÃO Tensão Excessiva Afrouxar a lâmina, ajustando pela porca borboleta Pinos De Fixação Gastos Substituir os pinos Placas De Montagem Sujas Limpar as placas e os suportes PROBLEMA SOLUÇÃO Empastamento dos dentes Muitos dentes por polegadas. Usar lâmina com menor número de dentes por polegada Impacto. Dentes muito grosseiros Usar lâmina com maior número de dentes por polegada Início de corte em aresta viva Ajuste o material ou a lâmina para ter pelo menos três dentes em contato com o material Pressão excessiva Reduzir a forçar exercida durante o corte Material mal fixado Prender o material adequadamente PROBLEMA SOLUÇÃO Lâmina montada invertida Os dentes devem estar no mesmo sentido do corte no arco de serra Lâmina incorreta para o trabalho Escolher lâmina de acordo com a aplicação Movimento incorreto Levantar a lâmina no momento do retorno Pressão excessiva Pressão moderada prolonga a vida dos dentes. Pressão insuficiente Aplicar uma pressão adequada. PROBLEMA SOLUÇÃO Lâmina gasta Substituir a lâmina Lâmina solta Esticar mais a lâmina, ajustando pela porca borboleta Pressão excessiva Aplicar pressão adequada durante o corte Material instável Fixar o material de forma segura Arco desalinhado Verificar e ajustar o arco Pontos duros no material Girar o material e iniciar novo corte 173 Lâmina de Serra Manual – Bimetal Extraflex DIN 6494 CARACTERÍSTICAS E DESTAQUES: • Lâmina bimetálica em que os dentes são construídos numa mesma aresta de aço rápido de alta liga ao Molibdênio e Tungstênio, soldada eletronicamente ao corpo de aço liga de alta tenacidade e flexibilidade. • Combinando alta resistência ao desgaste e tenacidade das lâminas rígidas com máxima flexibilidade, esta lâmina pode ser utilizada nas mais exigentes condições de trabalho, onde fica sujeita a esforços de torção. • Possui código de barras individual na lâmina. • Caixas com 50 lâminas embaladas de 10 em 10 peças permitem a revenda fracionada. MEDIDAS: CÓDIGO DPP (DENTES POR POLEGADA) NF1218B 50 0,016 18 NF1224B 50 0,016 24 EMBALAGEM B = CAIXA COM 50 PEÇAS Alta resistência: fabricação em aço bimetálico nobre com tratamento térmico especial Praticidade: direção de corte indicada na serra Durabilidade: pintura à base de água, alta adesão e uniformidade menos agressiva ao meio ambiente Produtividade: dentes especialmente projetados para corte mais rápido e rendimento superior Versáteis: para trabalhos em aço, cobre, tubos de PVC, chapas finas, entre outros. Excelente custo-benefício.

From → Uncategorized

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: