Pular para o conteúdo

DELPHI COMPRESSORES / A CADA 1480 PRODUTOS DESTA PUBLICAÇÃO COMPRADOS CONOSCO EM ATÉ 01 ANO, GANHE voucher conosco de 12 salários mínimos, consulte condições

agosto 29, 2019

Manual de Instalação
Compressor Delphi
/delphiautoparts
Linha completa de Climatização e Arrefecimento.
Seu conforto, nossa especialidade.
Este manual tem como objetivo fornecer instruções, dicas e orientações sobre a instalação
correta dos Compressores Delphi. As informações contidas neste manual, alinhadas com sua
correta instalação e manutenção preventiva adequada, prolongarão a vida útil do seu
Compressor.
A Delphi oferece alta qualidade em seus produtos e acredita que você deve utilizar 100% de
toda a tecnologia de seus Compressores. Sendo assim, para o sucesso da instalação será
necessário:
Executar corretamente o procedimento de serviço.
Possuir informações precisas de procedimentos, especificações e aplicação correta, ou
seja, correspondente ao veículo a ser instalado.
Ter em mãos as ferramentas e equipamentos corretos para manutenção, recuperação,
recarga, vácuo e limpeza do sistema.
Ao trocar o Compressor recomenda-se a troca dos seguintes componentes:
Condensador
Filtro Secador ou Acumulador
Válvula de expansão ou Tubo de Orifício
Devido ao acúmulo de impurezas no sistema, realize a lavagem dos componentes a seguir,
obrigatoriamente, com gás R141B e gás Nitrogênio:
Evaporador
Mangueira sem muflas e tubos
Refrigeração
O refrigerante absorve calor ao mudar do estado
líquido para o estado gasoso – processo chamado
de evaporação.
O fenômeno da refrigeração está baseado nos
processos de:
Compressão
Superaquecimento, condensação e
sub-resfriamento
Expansão
Evaporação e superaquecimento
1
2
3
4
Válvula de Expansão
ou Tubo de Orifício
Compressor
Reservador e
Filtro Secador
Ar Frontal
Frente do carro
Baixa pressão
Alta pressão
A Delphi possui mais de 100 anos de experiência e aplica
este conhecimento em cada componente de climatização
que produz.
Antes da montagem final do sistema:
Para evitar o calço hidráulico causado pela sucção do óleo na primeira partida, utilize uma
ferramenta adequada e gire o Compressor (10 vezes no mínimo) para movimentar o óleo
armazenado internamente no Compressor.
Os Compressores Delphi possuem a quantidade necessária de óleo compressor (PAG 46) para
o funcionamento adequado do sistema. Por isso, após a lavagem do sistema, não é necessário
fazer balanceamento nem a troca de óleo do Compressor.
Quando for necessária a substituição de componentes de um veículo em que houve o
acionamento do ar condicionado e não há sinais de perda de óleo por vazamentos,
recomenda-se a reposição de óleo na troca de até dois componentes conforme a tabela
abaixo:
Quando a troca for superior a dois componentes, recomenda-se fazer a lavagem interna de
todo o sistema para a total retirada do óleo, considerando que toda a carga original do
Compressor deve ser colocada.
Compensar também o óleo puxado pela estação de carga durante a recuperação do gás.
Orienta-se também realizar a medição no reservatório de dreno de óleo da estação. Quando
disponíveis, siga as instruções de quantidade especificadas no manual de serviço do veículo.
Vácuo
Este passo é de extrema importância, pois remove o ar e a umidade, que garante uma
temperatura mais fria e evita a corrosão a curto e longo prazo.
O nível de vácuo insuficiente pode causar desgastes do Compressor, corrosão de partes
internas e degradação da lubrificação devido à alta pressão e temperatura em que o sistema
opera.
Procedimento correto:
A estação de vácuo deve estar preparada para atingir pressões absolutas menores que
25mmHg.
Por que fazer o vácuo a nível tão baixo?
Quanto mais baixa a pressão submetida no líquido, menor é a temperatura com que ele evapora.
O vapor de água ou umidade evapora mesmo à temperatura ambiente, sendo necessária
a remoção por meio de sucção pela bomba de vácuo. Através do vácuo, a retirada da umidade
é facilitada, pois a evaporação da água é reduzida. A pressão de umidade de 25mmHg evapora
perto dos 25ºC e a pressão atmosférica é de aproximadamente 100°C.
Abaixo seguem algumas referências de pressão absoluta (vácuo), o ar remanescente no
sistema e a temperatura de evaporação da umidade nesta pressão.
Devido a impossibilidade de se obter um vácuo absoluto para a retirada de toda a umidade do
sistema de ar condicionado, recomenda-se o vácuo mínimo de 25mmHG.
Quando estiver realizando vácuo no sistema, o ideal é que o ventilador do painel e o motor do
carro sejam mantidos ligados. Isso ajuda na evaporação da umidade e na retirada do ar.
Os procedimentos recomendados para realização do vácuo no sistema são:
Realize o váculo por 30 minutos.
Feche as válvulas da estação.
Aguarde 20 segundos até a estabilização da pressão com o sistema de AC do veículo.
Verifique se o vácuo é mantido.
Caso o vácuo não se mantenha, siga os procedimentos de detecção de vazamento:
Carregue o sistema com o gás R134A de acordo com as especificações de cada veículo.
Utilize o detector de vazamento eletrônico ou o detector de vazamento por lâmpada
ultravioleta e contraste.
Se não houver queda de vácuo, abra as válvulas novamente e continue o vácuo por, pelo
menos, mais 20 minutos. Feche as válvulas da estação novamente, aguarde 20 segundos até a
Atenção:
o óleo utilizado
no compressor
Delphi é o
tipo PAG 46.
Pressão
Absoluta
Temperatura de Evaporação
da Umidade nesta Pressão
Ar Remanescente
no Sistema
760mmHg 100,0°C 100%
57mmHg 41,0°C 7,50%
46mmHg 36,0°C 6,00%
30mmHg 28,5°C 3,90%
25mmHg 25,3°C 3,30%
15mmHg 17,2°C 2%
10mmHg 11,3°C 1,40%
5mmHg 2,7°C 0,70%
Componentes Porcentagem de carga total
Evaporador 40%
Condensador 15%
Condensador com filtro integrado 50%
Filtro Secador ou Acumulador 40%
Linhas sem mufla 0,5%
Linhas com mufla 0,7%
Compressor CVC Delphi Mesma carga do compressor substituído ou 60 ml
se o compressor substituído tiver menos de 35ml.
estabilização da pressão com o sistema de AC do veículo e verifique se o vácuo é mantido ou
se atingiu pelo menos 25mmHg.
Se o nível de pressão estiver certo, o sistema estará pronto para ser carregado.
Caso a pressão aumente mais de 10mmHg em 30 segundos, significa que ainda pode haver
vazamento no sistema de AC do veículo. Os manômetros das estações de carga não têm esta
precisão. Neste caso, não deve haver movimentação dos ponteiros.
É aconselhável acoplar um manômetro de pressão absoluta de escala de precisão mínima de
10mmHg ao lado do de baixa pressão. Existem alguns “manifolds” de 4 vias com o manômetro
absoluto incluído.
Carga:
Utilize sempre o fluido refrigerante R134a e atente-se para carregar o sistema com a quantidade
correta.
Uma aplicação de menor quantidade de fluido refrigerante reduz a lubrificação do Compressor
e o desempenho do sistema. Já uma aplicação de maior quantidade de fluido, danifica o
Compressor e causa baixo desempenho do sistema.
Somente após o sistema ter sido liberado para carga de gás (processo de vácuo realizado com
sucesso), ajuste a estação com a carga apropriada para o veículo.
Feche a válvula de baixa pressão da estação e a válvula do engate rápido da mangueira conectada
na válvula de serviço do veículo.
Mantenha as válvulas do lado de alta pressão da estação e do engate abertas.
Dispare o carregamento do fluido refrigerante na forma líquida para o sistema de AC.
Após toda a carga ter sido transferida para o sistema do veículo ou quando não for possível
colocar mais fluido refrigerante, siga as seguintes instruções:
Feche a válvula de alta pressão da estação.
Abra a válvula do engate rápido de baixa pressão do veículo. Mantenha a válvula de baixa
pressão da estação fechada.
Ligue o veículo e o ar condicionado e verifique se não há nenhuma anomalia. Mantenha o
AC ligado.
Feche a válvula do engate rápido de alta pressão que está conectado no veículo.
Abra a válvula de alta pressão da estação novamente.
Aos poucos, abra a válvula de baixa pressão da estação para que a carga remanescente
seja transferida para a sucção até que a estação de carga pare automaticamente e a
pressão de sucção fique por volta dos 2 bar (200 kPa).
Feche a válvula do engate rápido de sucção e retire os engates de alta e baixa.
Este procedimento garante que parte da carga de gás não fique nas mangueiras, dando uma
carga insuficiente no sistema de AC do veículo.
Nossos Produtos
A Delphi possui soluções completas para a linha de
Climatização e Arrefecimento e oferece ao mercado
de reposição produtos como: Compressor,
Condensador, Radiador, Filtro Secador,
Bomba d’água e Aditivos
Climatização e Arrefecimento
Como fabricante de produtos de qualidade Original,
oferecemos as ferramentas e equipamentos próprios
para um diagnóstico rápido, preciso e econômico,
de veículos cada vez mais complexos.
Equipamentos de Diagnóstico
A Delphi possui mais de 100 anos de experiência em
Sistemas de Ignição Originais e utiliza este expertise
para criar algumas das tecnologias mais avançadas
do mundo. O resultado: soluções completas para
Sistemas de Ignição com Bobinas, Tampas,
Rotores e Cabos de Ignição
Ignição
Nosso conhecimento em segurança dos produtos
Originais é aplicado a todos os nossos componentes
de Suspensão e Direção. Por isso, são submetidos
a rigorosos testes de dimensões, materiais,
durabilidade e desempenho.
Suspensão e Direção
Linha Diesel
Hoje, os sistemas Diesel da Delphi são instalados
em milhões de veículos em todo o mundo. Esta
mesma tecnologia está disponível também para
o mercado de reposição; equipa carros,
caminhões, ônibus, possui aplicação marítima,
maquinário de construção, agrícola,
A Delphi segue rigorosas normas do mercado
Original fazendo com que seus produtos ofereçam
maior controle de emissões, economia de
combustível e melhor dirigibilidade. Nossos
sensores de oxigênio, por exemplo, possuem
tecnologia planar que permitem o menor
tempo de ativação da indústria.
São apenas 6 segundos!
Gerenciamento de Motor
Com mais de 80% de cobertura na linha de Bombas de
Combustível, a Delphi oferece tecnologia Original que
garante menor ruído, redução de emissões e maior
economia de combustível. A Delphi tem mais de 30
inovações registradas e 150 patentes de design de
módulo e Bombas de Combustível.
Injeção
A Delphi é uma empresa preocupada com a formação
de seus funcionários e parceiros. Oferecemos diversos
treinamentos por ano, para técnicos e clientes em
postos de serviços. Os cursos são ministrados por
os sistemas de Injeção Eletrônica, Ar-condicionado
e Sistemas de Injeção Diesel.
Treinamento e Suporte Técnico
Válido somente no Brasil / Válido solo en Brasil
Sudamerica +55 19 3429-5252

A Delphi oferece alta qualidade e tecnologia em seus compressores. Para melhor aproveitamento, leia este manual com alguns passos a seguir para garantir a instalação correta do produto.
Tenha em mente que para obter sucesso em um reparo será necessário: Possuir e executar corretamente o procedimento de serviço e suas especificações. Ter em mãos as ferramentas e equipamentos corretos para manutenção, recuperação, recarga, vácuo e limpeza do sistema.
Sempre Lave: Evaporadores. Devido ao óleo velho acumulado no produto. Condensadores. Lembrando que para condensadores de Tubo Plano/Multi Passes o cuidado deve ser ainda maior com a lavagem. Se possível, troque após a quebra do compressor devido a grande quantidade de limalhas que podem ficar no componente. Mangueiras sem muflas.
Sempre troque : Filtro secador ou Acumulador. Tubo de orifício, se aplicável. Troque ou inspecione corretamente a entrada da válvula TXV (caso encontre limalhas ou óleo).
Antes da montagem final do sistema:
Utilizando a ferramenta adequada, gire o compressor pelo menos 10 vezes para mover o óleo armazenado internamente no compressor. Ajudando a evitar, assim, o calço hidráulico causado pela sucção do óleo na primeira partida.
O compressor já tem a quantidade correta de óleo para o sistema, portanto, se a limpeza foi realizada corretamente não será necessário fazer o balanceamento nem trocar o óleo já existente no compressor.
Manual de Instalação: Compressor
Caso seja necessário o balanceamento, siga os passos seguintes.
Ao substituir componentes de um veículo onde houve acionamento do ar condicionado e não há sinais de grande perda de óleo por vazamentos, recomenda-se a reposição de óleo na troca de até dois componentes abaixo:
Evaporador: 40% da carga total Condensador: 15% da carga total Condensador com filtro integrado: 50% da carga total Filtro Secador ou Acumulador: 40% da carga total Linhas sem mufla: 05% da carga total Linhas com mufla: 07% da carga total Compressor CVC Delphi: mesma carga do compressor substituído ou 60 ml se o compressor substituído tiver menos de 35ml.
Quando a troca for superior a dois componentes, recomenda-se fazer a lavagem interna de todo sistema (exceto compressor) para a total retirada do óleo, além disso, deve-se colocar toda a carga original do compressor. Compensar também o óleo puxado pela estação de carga durante a recuperação do gás. Medir no reservatório de dreno de óleo da estação. Quando disponíveis, siga as instruções de quantidade especificadas no manual de serviço do veículo.
Vácuo
Este passo é de extrema importância, pois remove o ar e a umidade. O que garante uma temperatura mais fria e evita a corrosão a curto e longo prazo.
O nível de vácuo insuficiente pode causar desgastes do compressor devido à alta pressão e temperatura que o sistema opera; corrosão de partes internas e degradação da lubrificação.
Procedimento correto: A estação de vácuo deve estar preparada para atingir pressões absolutas menores que 25 mmHg.
Por que fazer o vácuo a nível tão baixo? Para que a temperatura de evaporação da água seja reduzida. O vapor de água ou umidade evapora

mesmo à temperatura ambiente e, posteriormente, será removido por meio de sucção do ar pela bomba de vácuo. Quanto mais baixa a pressão submetida no líquido, menor é a temperatura com que ele evapora.
Então, sob vácuo, a retirada de umidade será mais fácil. A umidade a pressão de 25mmHg evapora perto dos 25°C e a pressão atmosférica seria de aproximadamente 100°C.

Abaixo seguem algumas referências de pressão absoluta (vácuo), o ar remanescente no sistema e a temperatura de evaporação da umidade nesta pressão. 760mmHg (nível do mar): 100,0°C – 100% de ar remanescente 57mmHg: 41,0°C – 7,5% de ar remanescente 46mmHg: 36,0°C – 6,0% de ar remanescente 30mmHg: 28,5°C – 3,9% de ar remanescente 25mmHg: 25,3°C – 3,3% de ar remanescente 15mmHg: 17,2°C – 2,0% de ar remanescente 10mmHg: 11,3°C – 1,4% de ar remanescente 5mmHg: 2,7°C – 0,7% de ar remanescente

Para que todo o ar fosse retirado do sistema de AC o ideal seria ter vácuo absoluto, porém isto é impossível. Portanto, o mínimo recomendado é 25mmHg.
Quando estiver realizando vácuo no sistema, o ideal é que o ventilador do painel e o motor do carro sejam mantidos ligados, isso ajuda na evaporação da umidade e na retirada do ar.
Faça o vácuo por pelo menos 20 minutos. Feche as válvulas da estação, aguarde 20 segundos até a estabilização da pressão com o sistema de AC do veículo e verifique se o vácuo é mantido.
Caso a pressão aumente mais de 10mmHg em 30 segundos, significa que ainda pode haver vazamento no sistema de AC do veículo. (Manômetros das estações de carga, normalmente, não têm esta precisão. Neste caso, não deve haver movimento algum dos ponteiros do Manômetro).
Retorne ao procedimento de detecção de vazamento carregando o sistema com aproximadamente 500 gramas de gás refrigerante para a nova checagem de vazamentos. Se não houver queda de vácuo, abra as válvulas novamente e continue o vácuo por, pelo menos, mais 20 minutos.
Manual

From → Uncategorized

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: